26 de abr de 2015

A Itália não é só a Toscana

Logicamente quem nunca veio à Itália fará os grandes centros primeiro: Roma, Firenze, Veneza..... A Toscana é uma regiao historicamente conhecida por suas cidades voltadas ao comércio e isso fica marcado até hoje, pois o marketing é forte, logico que tem o fator histórico, os vinhos e a bela paisagem, mas a Itália é muito além dos lugares mais turistiscos.
Para quem já conhece, digamos o básico, vale a pena explorar e conhecer novas regioes, nem falo da Umbria, onde a Locanda está, pois tenho escrito muito sobre ela.
Passamos dias lindos agora no sul da Itália, na Puglia e Basilicata. Conhecemos Matera, Otranto, Ostuni, Martina Franca, Alberobello, Locorotondo, Noci, Bari, uma infinidade de lugares belissimos.
Para fazer um roteiro indico no site da Locanda algumas agentes de turismo.
Para itinerários  e guias na Itália recomendo: http://locandadidoris.com/pt-br/passeios/
Antonella Giancoli: http://www.benarrivati.com/home.php
Esther Greco: guiaroma@grego.us
Cristina Bergamini: http://www.italiacombossa.com.br/
Alessandra Mallozzi: http://www.discoveringumbria.it/br/
Alberobello - Puglia

Lecce Barroca Puglia

Martina Franca - Puglia

Polignamo a Mare - Puglia

Matera - Puglia

8 de abr de 2015

Foligno * Umbria

Apesar de ser a terceira cidade mais importante da Umbria, Foligno é pouco conhecida.
Uma das poucas a ficar em planície ainda assim é cheia de histórias e tem lugares interessantíssimos para se visitar, perto de Spello e Assisi.
Os edificios do centro todos cor-de rosa sao lindos e os casaroes dos 1700/800 maravilhosos
É a cidade onde imprimiu a primeira Divina Comédia, 
Vale a visita para ver a igreja della Santissima Trinita in Annunziata  para ver a obra Calamita Cosmita de Gino de Dominicis.
E o Museu de Arte Contemporanea, ambos no centro histórico.
Sobre a Divina Comédia
e

Lugar delicia para tomar um café: 
Antico Caffe Della Piazza Piazza della Repubblica, 34







3 de abr de 2015

Exposiçao Valentino Fialdini

Amanhã é dia de festa em Todi e para nós também. A primeira exposiçao do Valentino na Itália.


As galerias UNONELL'UNICO e PALAZZO MORELLI FINE ART têm o prazer em convidar para a exposição Double Blocos de Valentino Fialdini na cidade de Todi, Itália.
O preview, coquetel e abertura da exposição serão realizados no sábado, dia 4 de abril, em duas galerias diferentes.





O evento terá início às 17h na galeria UNONELL'UNICO onde será apresentado o trabalho sem título de 2013, bastante adequado para o lugar histórico que nem sempre é aberto ao público. O espaço, originariamente, foi um templo romano dedicado a Marte, história e arquitetura  de 37 AC. Blocos de pedra e tijolos romanos formam o túnel da galeria, é nesse lugar em que as fotografias de peças de Lego retratadas por Valentino ficarão expostas e garantirão a expansão da perspectiva do ambiente. O espaço real combina bem com a imagem que simula uma parede que avança e que se abre para um outro mundo em que o espectador sente-se envolvido. A realidade física e a realidade fotográfica, por conseguinte, proporcionam uma continuidade ilusória e adequada para dar origem à uma nova identidade.

Às 18h30m, a exposição prossegue para o belíssimo salão da galeria de arte PALAZZO MORELLI FINE ART onde serão exposta uma série de obras de Valentino Fialdini, apresentada pela primeira vez na Itália. Esta dupla exposição marca o início da colaboração entre as duas realidades culturais diferentes que acontecem no território de Todi, na Perugia. Os espaços UNONELL'UNICO e PALAZZO MORELLI FINE ART são duas galerias com histórias e identidades distintas, porém com o objetivo comum em promover e reforçar os artistas que, graças a sua estadia em Todi, contribuem para garantir a fama internacional e manter a vida cultural ativa da cidade.

O título escolhido para a exposição é bem apropriado para descrever essa dualidade e essa divisão e, por outro lado, está indissoluvelmente ligada ao modus operandi do fotógrafo brasileiro, que recentemente se mudou com sua esposa Doris para a  zona rural de Cordigliano, emTodi. Com blocos de peças de Lego utilizados pelo artista, microambientes coloridos e tridimensionais são criados, fotografados e impressos em painéis de grande dimensão. Fialdini consegue dar uma nova vida e expandir, de forma ilusionista, estes microuniversos. O artista parte da lição em perspectiva de Brunelleschi e de todos os humanistas sobre Urbinati, a cidade ideal, e proporciona uma nova opção de valor e arte visual com cores brilhantes e iridescentes que dão às obras forte luminosidade e dinamismo. Através do rigor absoluto da grande perspectiva, flui uma nova energia.





1 de abr de 2015

La Pinolata

Esse bolo vai ter sempre para quem vir à Locanda, uma delicia e achei uma receita que dá pra fazer no Brasil
Coloquem no Google tradutor


Ingredienti:
Per la pasta:
  • 180 g di burro a temperatura ambiente
  • 50 g di zucchero semolato
  • 3 uova
  • 180 g di farina 00 Molino Chiavazza
  • ½ bustina di lievito
  • Una manciata di pinoli
Per la crema:
  • 3 tuorli
  • 50 g di zucchero
  • 25 g di farina Molino Chiavazza
  • 500 ml di latte intero
  • 2 cucchiai di uva passa messa a bagno in un bicchierino di vinsanto.

Preparazione:
Accendere il forno a 180°.
Preparare subito la crema perché deve essere fredda per farcire la torta.
Montare i tuorli con lo zucchero e la farina e versarci sopra il latte precedentemente portato a bollore.
Mettere sul fuoco e far addensare, sempre mescolando con la frusta.
Togliere dal fuoco, aggiungere l’uvetta ammollata e lasciar raffreddare senza coprire con la pellicola o altre accortezze, tanto la crema va dentro.
Con le fruste elettriche o con la planetaria, montare il burro (a temperatura ambiente) con lo zucchero fino a formare un composto spumoso.
Aggiungere le uova, incorporandone una alla volta, poi unire farina e lievito setacciati.
Imburrare uno stampo rotondo del diametro di 23 cm e stenderci metà del composto.
Sopra a questo spalmare la crema e ricoprirlo con l’altra metà del composto inserito nella sac a poche e distribuito a cerchi concentrici.
Rifinire il tutto con i pinoli e infornare per 40 minuti.
Lasciar raffreddare la torta per qualche minuto prima di sformarla.
Una volta fredda, si può spolverare con lo zucchero a velo, se gradite ... io la preferisco così!